.

.

Falling in love - Capitulo 7


" O Jantar "



                                          SeuNome P.O.V'S

O resto do dia tinha sido um tédio. Troquei alguns e-mails com minha mãe, e voltei a ler aquele maldito contrato, olhei o bilhete de Jace, e novamente voltei a ler o contrato. Eu ainda tinha muitas coisas para absorver.
Quando amanheceu, eu senti uma certa dificuldade em acordar, talvez tenha sido por conta da noite mal dormida que tive, meus pensamentos iam muito além de um bilhete e um contrato, só conseguia imaginar à que lugar ambos me levariam. Senti o quarto girar diante de meus olhos quando coloquei-me de pé, mas logo, tudo voltou a seu devido lugar. Caminhei ainda cambaleando até o banheiro e lavei meu rosto, depois, sequei-o enquanto  encarava a criatura pálida no espelho, sentindo falta de minhas bochechas rosadas. Voltei ao meu quarto e me joguei em minha cama novamente. Hoje é quinta, tinha um jantar com Jace, e não me sentia preparada para encontrar com ele. Sinto sua falta, mas não me sinto preparada para ficar frente à frente com aquela criatura linda e possessiva.


                                Harry P.O.V'S


Meu dia já havia começado mal, já que Simon inventou de aparecer aqui em casa para falar sobre o namoro com aquela garota, o que me fez ficar super irritado. Garanti a ele que faria ela assinar, mesmo sabendo que não seria tão fácil assim. Eu poderia ter quem eu quisesse, sem esforço nenhum, e queria provar que podia fazer ela assinar apenas com meu charme, sempre funcionou, porque não funcionaria agora?
Caminhei até a sala, onde os meninos jogavam videogame, e falavam sobre coisas idiotas, sentei-me no sofá, desejando forte que a noite chegasse para que eu pudesse encher a cara, e pegar algumas garotas.

Eu: Vocês vão sair para beber hoje? - Perguntei como quem não quer nada-
Louis: Vou ver a Dani -Disse com os olhos ainda grudados à tv-
Liam: Vou jantar com os meus pais -Seu tom era de quem pedia desculpas-
Niall: Vou jantar com Liam e os pais dele -Liam revirou os olhos para Niall-


Ótimo, vou ter que ir beber sozinho hoje.


Eu: Saudades de ter parceiros para beber e comer puta -Niall gargalhou-
Niall: Ligue para Zayn -Deu ombros-
Liam: Você devia ficar em casa -Revirei os olhos-
Eu: Quero me divertir.
Liam: Você devia era estar pensando em algo para fazer a garota assinar o contrato, e não em tirar o atraso.
Eu: Vocês podem esquecer essa bosta de contrato por favor? -Irritei-me- Que saco!

Caminhei pisando forte até meu quarto. Até quando precisaria ouvir sobre esse maldito contrato? Já estava me irritando. A garota não quer assinar, mas não é culpa minha caramba, não posso botar uma arma em sua cabeça, e obriga-la a assinar, falei que daria meu máximo para faze-la assinar, mas não posso ameaça-la com uma arma, se pudesse, eu faria, juro.

                                 [...]

Eu dava uma ultima ajeitada na roupa, ainda olhando-me no espelho. Eu estava lindo, como sempre. Me sentia animado para a noite, e pelo jeito, Zayn também.
Resolvemos ir a um restaurante não muito longe daqui, lá havia um bar com variadas bebidas que não haviam em outros lugares, e também ficava sempre lotado de garotas gatas e elegantes, que adoravam um bom sexo casual e nem cobravam.
Caminhei lentamente até meu carro, e revirei os olhos ao lembrar que precisava buscar Zayn em sua casa.


                             SeuNome P.O.V'S


Eu ajeitava os últimos detalhes de minha maquiagem diante do espelho, e pela primeira vez em meses, sentia-me como se pudesse ganhar o mundo, e naquele momento, eu podia. Olhei-me no espelho, agora totalmente pronta, e não pude deixar de sorrir, eu estava bonita, e tinha certeza de que Jace também concordaria.
Xx: Uau -Pude ouvir Clair dizer ao se encostar na porta de meu quarto- Está divina -Eu sorri-
SeuNome: Estou nervosa -Admiti-
Clair: Vai dar tudo certo - Assenti- Espero você lá em baixo-  Ela saiu de meu quarto antes mesmo de eu concordar-

Peguei minha bolsa e desci as escadas lentamente, para não correr o risco de cair. "Vai dar tudo certo" repetia esse mantra em minha cabeça antes de entrar no carro de Clair, e me distrair com Codplay ao fundo, a banda favorita de Clair.
A voz do cantor envolvia-me, fazendo-me esquecer do nervosismo, e a voz desafinada de Clair tentando acompanhar a letra, fazia me rir, e eu desconfiava de que aquilo era apenas pra me distrair.

Clair: Não ria de mim -Disse parando em frente ao restaurante- Chegamos -Sorriu-
SeuNome: Obrigada - Beijei seu rosto e seu sorriso se ampliou- Até mais.
Clair: Me ligue se precisar -Assenti e sai do carro-

Caminhei rapidamente até o restaurante. Era um lugar aconchegante, e tocava uma melodia ambiente, que combinava total com o lugar calmo e elegante. Jace me trazia aqui as vezes antes de terminarmos.
Varri o local com os olhos, procurando o loiro de olhos azuis que mesmo longe ainda exercia um poder enorme sobre mim. E lá estava ele encostado no bar.
Olhos azuis em olhos verdes.
Meu corpo tremia cada vez que eu dava um passo em sua direção, e seu sorriso se ampliava cada vez mais. Estávamos cara a cara, e eu não sabia o que dizer, e acho que nem ele, pois sua única ação foi beijar minha testa. Minha testa formigava agora, bem no local aonde ele acabara de beijar, esse era o efeito Jace. Ele guiou-me até nossa mesa, sem encostar em mim, e eu agradeci um pouco por isso. Assim que nos sentamos, senti um certo constrangimento, eu não sabia o que dizer, nem o que fazer. Nos encarávamos intensamente, como se tudo estivesse sendo dito com aquele olhar, mas ele se pronunciou, desviando seu olhar do meu.


Jace: Senti sua falta - Engoli seco, sentindo a veracidade de suas palavras - Pensei muito em nós. - Ótimo, eu não sabia o que dizer-
SeuNome: Acho que preciso de uma bebida -Murmurei para mim mesma, mas tinha certeza de que ele tinha escutado, pois logo um sorriso tomou conta de seus lábios-
Jace: Tomei a liberdade de pedir nossa comida, e um bom vinho, espero que não se importe -Sorriu- 
SeuNome: Tudo bem - Sorri de volta-

Depois de alguns torturantes minutos em silêncio, o garçom chegou trazendo ostras e vinho branco. Jace e seu bom gosto para comidas.
Evitei conversa durante a refeição. Não sabia bem o que dizer, e o silêncio não parecia ser tão ruim assim. Agora, deliciávamos um bom vinho branco.

Jace: Você está tão linda - Sorri- Esse tempo fez bem à você.
SeuNome: É, acho que fez -Dei um gole no vinho-
Jace: Não precisa ficar nervosa.
É obvio que ele notou que minha mão tremia sobre a mesa, e logo esticou sua mão e colocou sobre a minha. Quase gritei ao sentir a eletricidade ali presente quando senti seu toque, mas apenas suspirei forte.
Jace: Amo tanto você -Seus olhos pareciam tristes, e eu arregalei os olhos ao receber o impacto de suas palavras- Preciso de você.
SeuNome: Ah Jace -Um nó se formou em minha garganta- Também preciso de você -Ele sorriu, parecendo surpreso-
Jace: Volte para mim -Ele estava sério, seu humor sempre se alterava rapidamente-
SeuNome: Eu não sei se devo -Retirei minha mão de baixo da dele-
Jace: Porque? -E lá estava a tristeza novamente em seu olhar-


O garçom apareceu sem ser chamado em nossa mesa, com duas taças de vinho, e colocou sobre nossa mesa. Sem dizer nada, ele entregou-me um papel, e saiu antes que eu pudesse lhe perguntar algo. Li o bilhete.


" Preciso dizer que você está linda? Não sei se por conta de toda a produção, ou por conta da beleza natural. Diga-me você se puder. Docinho, estou lhe oferecendo essa taça de vinho, para que você e seu companheiro possam aprecia-lo, e devo dizer também que estou surpreso por você ter alguém que à leve para jantar, e mais ainda surpreso por você ter belas pernas, eu não notei isso em nosso último encontro. Temos assuntos pendentes Srta.Miller, e temos que resolve-los o mais rápido possível. Aproveite à noite gracinha, e de Oi à seu companheiro.
                           Com carinho, Harry Styles." 


Meus olhos lampejaram de raiva. Ele estava aqui, e queria estragar minha noite. O que ele queria? Já havia dito não ao assunto que envolvia aquele maldito, porque ele não me deixa em paz?
SeuNome: Preciso ir ao banheiro - Jace assentiu-

Eu sai da mesa, largando o bilhete na mesa, junto a minha bolsa e a Jace. Varria cada canto daquele lugar com os olhos, procurando aquele maldito, para dar uma bofetada em sua cara, e dizer para ele ir se ferrar. Qual o problema daquele garoto?
Parei na frente do bar. Caçando maldito. Mas logo senti uma mão sobre minha cintura, e um sussurro em meu ouvido.
Xx: Me procurando baby? - Me virei, furiosa-

                             
                                Continua...


--------------------------------------------------------------------------------
Olá babysss!! Como vão? Demorei?
Estou ótima, e animada com a fanfic, cheia de ideias, e colocando tudo em meu caderno para depois trazer para vocês. Espero que estejam gostando. Nos vemos em breve!!

                                           Ariana.

0 comentários:

Postar um comentário

Seu comentário e que me motiva a continua as fanfic's, então deixe seu comentário elogiando, criticando, dando a sua opinião, que e muito importante para mim ^^