.

.

Falling in love - Capitulo 20

                                         
                                                     "Me liga?"






                                         Seunome P.O.V'S


Os dias pareciam passar devagar demais, a ansiedade que eu sentia para ver minha mãe, só aumentava, e a saudade que eu tinha de Clair parecia esmagar meu coração. Jace não havia me procurado e eu nem sabia o que dizer a ele. Avisei a minha mãe sobre minha ida até o Brasil, e ela chorou como costumava fazer.
Eu e Harry saímos uma vez durante os dias que se passaram, fomos em um jantar beneficente, onde eu virei o pé, derrubei uma criança num pequeno lago e quebrei um vaso italiano, um desastre total, desde então, não nos falamos.
A casa parecia cada vez maior e solitária, a casa que de inicio parecia pequena para minhas extravagancias e as de Clair, hoje parecia enorme. Eu caminhava pela casa com um sexto de roupa suja nos braços e procurando pelas peças de roupas que ficam sempre jogadas pela sala. Joguei tudo na maquina de lavar e voltei para o aconchego da sala. 
Zapeei pelos canais da tv, procurando algo que me distraísse, e optei por ver bob esponja. Os meus dias pareciam se arrastar de uma forma tão lenta que parecia estar disputando com uma lesma, e isso se dava pelo fato de que eu não tinha com o que me distrair.
Imaginei o que Harry estaria fazendo agora, ótimo, não tenho o que fazer e fico pensando besteira. Imaginei se seria estranho eu ligar para ele, para ter com quem falar, e se soaria esquisito eu aparecer em sua casa, e na verdade, eu não estava me importando com o fato de não nos bicarmos, até implicar com ele me deixaria melhor. Sem pensar, procurei pelo contrato na gaveta da sala, e anotei o endereço de Harry em um papel e enfiei no bolso. Enfiei-me dentro de meu casaco grosso, e sai afim de achar algum táxi, depois de 10 minutos, eu consegui.
Não era tão longe, a casa ficava em um bairro bem luxuoso, com casas enormes e com entradas espetaculares, e pelo numero, a casa de Harry era a azul claro, com flores amarelas. Perguntei-me se fiz certo vindo aqui, e percebi que eu não me importava com isso. Exitei, mas logo toquei a campainha, ouvi alguns passos antes da porta ser escancarada por uma ruiva, ela era maravilhosa, vestia uma blusa grande que provavelmente era de Harry, e me encarava com um sorriso gentil. Quando olhei para dentro da casa, vi Harry sem camisa e de bermuda, me encarando com os olhos arregalados.


Xx: Posso ajudar? - Meu olhar voltou a ruiva que estava em minha frente, sorrindo-
Seunome: Acho que me enganei - Sorri forçado-
Xx: Procura alguém? - Ela era simpática-
Seunome: Uma amiga, mas acho que errei o endereço - Sorri mais forçado- Obrigada, e desculpa incomodar. 
Xx: Está tudo bem. - Sorriu -
Seunome: Tchau - Sorri -


Sai de lá apressada, sem nem me importar em parecer uma louca. Péssima ideia vir até aqui, você devia saber que ele não está cumprindo a droga do contrato, e um misto de humilhação e irritação me atingiram, tudo bem, eu não tenho nada a ver com a vida dele, mas e se fosse outra pessoa que sabe do nosso "namoro"?
Peguei o primeiro ônibus que apareceu, e eu só precisei andar um pouco para chegar em casa. Fiquei o caminho todo me perguntando o porque de tanta irritação, mas nada parecia se encaixar. A primeira coisa que fiz quando cheguei em casa, foi tirar as roupas da maquina, e estende-las, a segunda foi querer me matar por agir por impulso. Peguei 3 garrafas de cerveja e me sentei na sala, logo meu celular vibrou.

" Me desculpe por isso, não sabia que viria aqui, fiquei intrigado com sua visita, me liga?
                                        H."

Revirei os olhos e decidi mandar uma mensagem para Clair.

" É normal se sentir irritada com uma pessoa que você não gosta, por vê-la com outra pessoa?"

Clair respondeu rapidamente

"Talvez você goste dela, agora me conte essa história."

Bufei, tomando minha cerveja, e achando uma péssima ideia ter mandado mensagem pra Clair. 


             
                                       Harry P.O.V'S


Eu me sentia tenso em relação ao ocorrido, não que eu devesse explicação a Seunome, mas eu sentia vontade de me explicar. Ela não é nada minha, temos algumas obrigações um com o outro, mas é apenas isso, e mesmo assim, eu queria explicar a ela, mas o que eu falaria? Falaria que fui para a cama com Wila porque quis? Pediria para ela não contar para Simon? Droga, se ela contasse para Simon, eu estava perdido. Wila não tocou no assunto, mas pelo jeito notou que eu estava tenso, e apos alguns minutos, me beijou e foi embora.
Mandei uma mensagem para Seunome e ela não respondeu, o que me deixou pior. Quando notei que eu estava sendo tolo por me sentir mal por algo que não era da conta dela, eu me senti aliviado, mas não menos desconfortável. Fiquei curioso para saber o que ela queria, devia ser sério, já que ela não me suporta, me senti mais idiota ainda pelo que aconteceu, mas caramba eu não tinha como prever nada.
Liguei para Wila para me desculpar por meu comportamento estranho, mas ela não me atendeu, as mulheres devem adorar me ignorar. Bufei de raiva, e tive vontade de ir na casa de Seunome, mas ela me chutaria de lá, e eu não sou idiota pra ser esculachado por mulher. Me senti trouxa por toda a humilhação que pude ver no rosto de Seunome, mas eu não sabia o que fazer, então... Fiquei em casa me sentindo um otário.


                                     Continua....


-------------------------------------------------------------------------------------

Olá meus amores, esse é o último capitulo da primeira temporadaaa! To muito feliz por ter conseguido terminar a primeira parte, e já tenho capítulos da segunda temporada, então, esperem! Logo logo eu volto, bjo.


                                                           Ariana.

0 comentários:

Postar um comentário

Seu comentário e que me motiva a continua as fanfic's, então deixe seu comentário elogiando, criticando, dando a sua opinião, que e muito importante para mim ^^